Arquivo para junho \26\UTC 2010

”A felicidade plena e estável não existe no terreno da psicologia e nem da psiquiatria. Ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas humildade para reconhecer os erros, sabedoria para receber uma crítica injusta, coragem para ouvir um ‘não’, sensibilidade para dizer ‘eu te amo’, desprendimento para falar ‘eu preciso de você’. A felicidade não é um produto de uma pessoa de sorte ou geneticamente privilegiada, mas de um treinamento psíquico.”

(retirado do livro Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas de Augusto Cury).

Anúncios

Bem-Vindos

No último post eu deixei um texto  que eu gosto bastante, ele abriu aqui no blog a postagem do grupo dos meus textos preferidos. Pretendo continuar postando textos que eu gosto, para mostrar pra vocês e também compartilharmos.

Obrigada pelas visitas! Peço que deixem os seus comentários também : )

Afetuosamente,

Binha.

”Our hearts sing less than we wanted, we wanted.”

(little house – Amanda Seyfried)

Shakespeare

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare.

Da expectativa

Eu sonho muito acordada, muito mesmo, em especial quando tem menino envolvido. Imagino milhares de coisas, crio umas duzentas expectativas e fico curtindo essa viagem dos meus pensamentos, esperando que tudo saia como eu quero. Não com as cenas exatas que eu imagino, mas que pelo menos eu possa estar ao lado do menino imaginado(porém, real). O problema é que em todas vezes na maioria das vezes em que fiquei sonhando acordada, o despertar não foi com o beijo de um príncipe encantado. Ao invés disso, posso citar baldes de água fria(e nesse frio que está no Rio de Janeiro, convenhamos, não é uma coisa boa)como meus  alegres despertadores. Mas, mesmo assim, continuo sonhando acordada, mesmo que eu sofra por ter criado expectativas e até mesmo esperanças que não deviam ter sido criadas. Eu gosto disso: Da imaginação, de viajar em mil pensamentos enquanto estou no ônibus, dos sonhos (ainda que acordada), Da expectativa.

 

Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!